terça-feira, 24 de abril de 2012

Arquitetura da Classe média na segunda metade do Século XIX


Alunas : Camila Steffen Figueiredo
             Greice Fernanda Bonatti

16 comentários:

Mayara Regina de Souza disse...

PERCEBE-SE O QUANTO A MORADIA EM CHALÉS SE DESTACOU E SE DISSEMINOU, SE NÃO TIVESSE SIDO PROIBIDA TERIAMOS AINDA MAIS ESSE ESTILO NA HISTÓRIA.

Sulana Tenfen disse...

Notamos que a partir da metade do século XIX o Brasil passa apresentar mudanças significativas em suas residencias. Adotamos as plantibandas e os ajulejos portugues, os chalés, frontões e as tesouras francesas, entre outros.

Leticia Becker disse...

Novamente, a implantação era definida por cada necessidade do período. Agora adotando-se a casa no centro do terreno, jardim frontal, ...
O interessante seria se os chalés fossem permitidos se houvessem afastamentos laterais, para evitar esses incêndios!!

Bruna Akemi disse...

Nota-se que devido a várias influências, a arquitetura neoclássica daqui teve muitas interferências o que acabou criando um estilo neoclássico próprio do Brasil, que seria um estilo mais simplificado.

Joana Nely disse...

As posturas municipais também foram decisivas para estas novas tipologias arquitetônicas. Algumas ainda seguiam estilos como o colonial, neoclássico e romântico, contudo, já se incorporavam algumas tendências ecléticas.

giovana disse...

No império, o estilo neoclássico, retratava a elite carioca, enquanto que no interior prevalecia o colonial. Nas fachadas o beiral era substituído pela platibanda. Depois surgiram os chalés, com frontão triangular, telhados aparentes, beirais adornados com lambrequis (suiços e germânicos), devido a execução rápida caiu no gosto de todas as classes, dando origem aos cortiços. Mais tarde em 1903, foram proibidos nos centros urbanos, devido a ocorrência de incêndios.

Letícia Tozetto disse...

Foi na última década do século XIX que se desenvolveu o modismo dos chalés, estes com tendências arquitetônicas como o frontão triangular, telhado aparente e beirais adornados. Este modismo deu um empurrão também para a industrialização de certos materiais.

Bruna disse...

Aqui podemos ver a grande e visivel alteração na arquitetura, já que no século XIX é quando ocorre as principais alterações na arquitetura no Brasil, muito influenciada pelo neoclassicismo, que passa a ter muito mais espaço no Brasil. Bastante mostrado também, são as moradias em forma de chalés. Na cidade de Blumenau estão bastante presentes em edifícios históricos existentes na cidade.

Gabriela Warmling disse...

Achei muito interessante a parte em que foi explicada a função dos lambrequins nos chalés germânicos originais, porque esse é um elemento que se percebe muito nas construções típicas da nossa região e eu nunca tinha imaginado que poderia ter outra função que não estética.

Mariana Botelho disse...

Nota-se grandes mudanças na forma de morar. Agora com a casa centralizada no terreno, dispondo de jardim frontal, com estilo mais simplificado, neoclássico.
Nasce nessa época o modismo dos chalés, porém posteriormente proibidos.

Gi disse...

A elite da época éra representada pelo neoclássicismo. As fachadas foram sendo substituidas com o passar to tempo, o beiral é subtituido pela platibanda, surgem os chalés com telhado aparente mas com beirais adornados. esta nova arquitetura deu origem aos cortiços, porém acabaram sendo proibidos nos centros urbanos, pela proximidade dos edificios e proliferação de indêndios.


Gisele Odebrecht Noll

Jefferson kroth disse...

Inicio do estilo Neoclassico Brasileiro, um estilo mais simplificado mas com muita beleza.
Porem ainda forte a arquitetura da classe média se dividia no estilo colonial e romantico... E inovando na tendencia eclética ja comeceu a surgir no final do seculo XIX... =P

Dayana disse...

Os jardins são complementos relativamente recentes, introduzidos nas residências brasileiras somente no século XIX.

Jéssica disse...

O Brasil no sec. XIX passa por mudanças mais profundas. As fachadas das residencias começam a utilizar mais azulejos,telhões de louça, as platibandas começam a aparecer.
Nas ultima décadas do sec. XIX virou moda moradias em formas de chalé.

Elisangela disse...

A influência européia é muito presente. Temos peças como azulejos e telhões de Portugal. Os chalés com influência Germânica e Suiça. E os lambrequins que no Brasil possuem apenas valor estético e não funcional.

Leonardo Bocca disse...

O estilo neoclássico "nosso" apesar de mais simples não perde as características que trouxeram da Europa, porem deu abertura para tendências ecléticas, que principalmente surgiram pelo uso do código de obras que proibia alguns estilos.